Rafael Canedo

Rafael Canedo é ator formado pela ETE de Teatro Martins Pena do Rio de Janeiro. Com sete anos de dedicação a carreira artística, Rafael já tem no currículo alguns prêmios como melhor ator, por exemplo, da Mostra Adulta no Festival de Teatro do Rio de Janeiro 2012 e prêmio de Destaque na Mostra Estudantil do CCBB 2012, prêmio Ator Revelação no Festival de Teatro do Paraná todos pela peça a “Carroça dos Desejos”, com direção de Eduardo Vaccari. O ator também foi indicado ao prêmio de melhor ator do Fita 2012 com a peça “Porcos com Asas” Vencedora do festival como melhor espetáculo.

No teatro, fez parte dos espetáculos “Porcos com Asas” e “O Homem Com a Flor na Boca”.  Atuou também nos infantis “O Magico de Oz”, como o Espantalho. A peça tinha no elenco Carla Diaz, Marcos Veras e Pietro Mario. “Peter Pan – Eu acredito em Fadas” que ficou em cartaz no Teatro das Artes de SP, dando vida ao personagem Peter Pan. O ator também faz trabalhos de palhaçaria na rua e em hospitais do Rio de Janeiro como o “Palhaço Bisnaga”.

Seu primeiro trabalho de destaque na televisão, foi em “Malhação – Conectados”, de 2011/2012.

Em 2014, Rafael atuou em um episódio de “As Canalhas”, do GNT e em “Pé na Cova”, da TV Globo. Ainda neste mesmo ano, protagonizou a peça “O Estranho Caso do Cachorro Morte”, dirigido por Moacyr Góes, na qual foi indicado para o prêmio de melhor ator pela Cesgranrio; e também atuou na peça “Fazendo Histórias”, texto do inglês Alan Bennett, no Teatro Eva Herz, no Rio de Janeiro, ficando em cartaz até o fim do ano.

No inicio de 2015 voltou aos palcos com o espetáculo “O Auto da Compadecida”, no papel de Chicó, com o grupo Cia. Limite 151. Em 2016 participou da peça “O Olho da Falecida”, no papel de Harold e, na televisão, participou da 5a. temporada do seriado “Pé na Cova”, na TV Globo, no papel de Russo Jovem.

Rafael terminou as gravações da série “Brasil a Bordo”, de Miguel Falabella, ainda inédita.